TIPOS DE
CARTÕES BEM

Selecione um cartão abaixo para ler sobre:

CARTÃO
BEM-VT

Cartão concedido pelo empregador aos seus funcionários para armazenamento dos créditos a serem utilizados nas linhas municipais de Santana de Parnaíba.

O empregador fará o pedido de créditos, cuja recarga poderá ser realizada a bordo, nos validadores instalados junto à catraca.

De acordo com a Lei n° 7.418/85 é proibido ao empregador substituir o vale-transporte por dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento do benefício.

O BEM-VT poderá ser adquirido clicando no link Loja Virtual BEM-VT e seguir o passo a passo.

O cartão BEM-VT é PESSOAL e INTRANSFERÍVEL, por isso deverá ser mantido sempre na posse do funcionário beneficiário. Caso este venha a se desligar da empresa, o cartão continuará consigo e seu número informado para o próximo empregador, para que este coloque créditos de passagens municipais de Santana de Parnaíba.

A primeira via do cartão é grátis e será emitida após o pagamento da primeira carga. O cartão deverá ser retirado pela empresa na Rua Quinze de Novembro, 32 – Centro, Santana de Parnaíba, no 5º dia útil após o pagamento do boleto bancário, mediante entrega da carta da empresa, conforme modelo fornecido DOC. Em seguida, a própria empresa deverá confirmar o recebimento na Loja Virtual BEM-VT. Assim, o cartão será liberado para uso no dia seguinte da confirmação.

Somente serão acatados boletos pagos no valor total, sendo recusados pelo sistema boletos pagos com valores diferentes.

Dentro deste cartão existe a opção de carga de créditos do cartão BEM-Comum, o que é muito útil para quem necessita se deslocar dentro do município utilizando os ônibus das empresas operadoras das linhas municipais de Santana de Parnaíba. É muito simples: basta dirigir-se a qualquer um dos Postos de Recarga e comprar créditos comuns ou mesmo pelo Portal Comum.

O cliente, se desejar, poderá fazer várias compras no mês do crédito comum, sempre respeitando os limites do cartão: mínimo de R$ 10,00 e máximo de R$ 700,00. O valor de VT enviado pela empresa empregadora não entra nesta contagem.